O Inter e o Santos chegaram a um acordo para o empréstimo do meia-atacante Marcos Guilherme. O jogador se despediu dos companheiros no Beira-Rio e inclusive já realizou exames médicos na noite desta quarta-feira (26), em São Paulo. Ao mesmo tempo, a direção colorada fez uma nova investida pelo lateral-esquerdo santista Felipe Jonatan, 23 anos.

O departamento jurídico do Santos corre contra o tempo para regularizar Marcos Guilherme na CBF a tempo da estreia no Brasileirão, no sábado (29), contra o Bahia, em Salvador. O atleta será emprestado pelos colorados até maio de 2022.

O Inter aproveitou as conversas para fazer uma nova proposta por Felipe Jonatan, já que a primeira investida havia sido rejeitada. A ideia colorada é abater a dívida que os santistas têm com o clube gaúcho pela compra do atacante Eduardo Sasha, em 2018, e mais uma quantia. Os paulistas ficaram de dar uma resposta nos próximos dias.

Segundo as partes envolvidas, as negociações envolvendo Marcos Guilherme e Felipe Jonatan são independentes. Contudo, o empréstimo do meia-atacante, de certa forma estreitou relações entre as direções. Nos bastidores do Beira-Rio, há um certo otimismo de que as tratativas pelo lateral terão um final feliz.

Para convencer o lateral, o Inter oferece um contrato longo, superior a quatro temporadas. Além de atender o perfil desejado pelo clube, o garoto é considerado um atleta com potencial de venda futura.

O técnico Miguel Ángel Ramírez pediu à direção, além de um lateral-esquerdo, um zagueiro com boa saída de bola e um volante com qualidade no passe longo. As negociações que o clube mantém no mercado, contudo, esbarram na crise financeira colorada.

O Colorado tem ainda uma conversa avançada para o empréstimo do atacante Peglow para o Porto-POR por uma temporada, com os direitos federativos fixados em 5 milhões de euros (R$ 32,5 milhões).