O Inter avalia a situação dos sete atletas com contrato apenas até 31 de dezembro. Por questões financeiras, a tendência é de que a maioria não permaneça no Beira-Rio. Contudo, a direção ainda avalia cada caso. Está definido apenas que o atacante Matheus Cadorini será comprado em definitivo do Osasco Audax.

O lateral Moisés e o volante Rodrigo Lindoso são os que têm mais chances de terem seus vínculos estendidos. Contudo, a direção ainda avalia o orçamento da próxima temporada antes de apresentar propostas de renovação.

Já o goleiro Marcelo Lomba, o lateral Saravia, o zagueiro Lucas Ribeiro e o atacante Paolo Guerrero, por razões diversas, dificilmente permanecerão para a próxima temporada.

Veja abaixo a situação dos sete atletas cujos contratos expiram no dia 31 de dezembro de 2021:

Fica:

Matheus Cadorini

O jogador de 19 anos está emprestado pelo Osasco Audax, e o Inter tem a opção de compra estabelecida em contrato por R$ 1 milhão. A direção já definiu que irá exercer a cláusula para adquirir o atleta em definitivo.

Em avaliação:

Moisés
Está emprestado pelo Bahia, com opção de compra estipulada em R$ 3 milhões. Ao contrário de Cadorini, dificilmente o atleta de 26 anos proporcionaria um retorno financeiro ao clube no futuro. A direção tem o interesse na permanência do jogador, mas ainda analisa a relação custo-benefício.

Rodrigo Lindoso
O atleta ficará livre em dezembro e poderia inclusive assinar um pré-contrato com outro clube. A direção colorada tem interesse na renovação, mas ainda avalia a questão financeira, pois o meio-campista tem um salário significativo.

Dificilmente ficam:

Marcelo Lomba
Aos 34 anos, o goleiro deve encerrar o seu ciclo no Beira-Rio. Em boa fase na Chapecoense, Keiller voltará de empréstimo e deve ser aproveitado no grupo principal em 2022, como reserva de Daniel.

Saravia
O Inter até teria interesse na sua permanência, mas os valores da opção de compra junto ao Porto-POR são proibitivos.

Lucas Ribeiro
O Hoffenheim-ALE já sinalizou que pedirá o retorno do zagueiro. Não deve ficar.

Paolo Guerrero
Negocia uma rescisão amigável de contrato com o Inter. Não deve mais vestir a camisa colorada.